Fiscalização por satélite agiliza a execução de obras públicas no Paraná

Parcerias

Satélite Amazônia 1, integrante do Programa Espaci ...

A utilização de imagens de satélite na fiscalização está contribuindo para antecipar a entrega de obras públicas no Paraná. Isso foi comprovado nas três obras acompanhadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) em projeto-piloto com o uso dessa tecnologia: a reforma e ampliação do Aeroporto de Maringá, já entregue; o Hospital Geral Intermunicipal de Francisco Beltrão e a pavimentação da Estrada do Socavão, no município de Castro. Confira a evolução dessas três obras neste vídeo.

O uso de imagens geradas pelo conjunto de satélites do Programa Espacial Brasileiro foi possível graças a parceria firmada, em dezembro de 2021, entre o TCE-PR e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. A iniciativa pioneira levou cortes de contas de outros estados, como a do Rio Grande do Sul, a também buscar convênio semelhante com o governo federal.

Entre as principais vantagens da fiscalização de obras por satélite estão o acompanhamento remoto da evolução de edificações em tempo real, sem a necessidade de deslocamento dos auditores de controle externo; o monitoramento de obras executadas em locais de difícil acesso; e a economia de recursos públicos, já que as imagens são fornecidas gratuitamente pelo INPE.

A iniciativa foi inscrita pelo TCE-PR na edição de 2022 do Prêmio Innovare, que reconhece práticas que contribuem para o aprimoramento da Justiça no Brasil.

 

Autor: Diretoria de Comunicação Social Fonte: TCE/PR

 
   
 

Enviar

 
   
 
   

Enviar