Em visita à Câmara de Curitiba, Fabio Camargo destaca o papel do vereador

Institucional

O conselheiro Fabio Camargo entrega a membros da m ...

A importância do papel do vereador e a necessidade de um relacionamento cada vez mais próximo entre as câmaras municipais e o Tribunal de Contas do Estado do Paraná foram destacados nesta terça-feira (12 de janeiro), durante visita do presidente eleito do TCE-PR, conselheiro Fabio Camargo, à Câmara Municipal de Curitiba. "O vereador é o elo mais próximo da administração com o cidadão, que nele deposita toda sua expectativa de uma cidade ainda melhor", reforçou.

Na oportunidade, o conselheiro entregou o convite para a solenidade de posse da nova direção do TCE-PR para o biênio 2021-2022, que acontece no próximo dia 27, às 15 horas, de forma presencial e virtual. Também tomarão posse os conselheiros Ivan Bonilha, como vice-presidente; e Fernando Guimarães, como corregedor geral no biênio 2021-2022.

O futuro presidente, que foi vereador de Curitiba por dois mandatos, destacou a necessidade de os vereadores estarem sempre próximos do Tribunal de Contas, garantindo assim o fortalecimento de suas funções de fiscalização e apresentação de projetos em defesa da população.

Camargo foi recebido por integrantes da mesa diretora da Câmara, tendo à frente o presidente, Tico Kuzma (Pros), além de Alexandre Leprevost (SD), primeiro vice-presidente; Flávia Francischini (PSL), primeira-secretária e Professora Josete (PT), segunda-secretária.

 

Dois mandatos

Em 2000, Fabio Camargo elegeu-se vereador pela primeira vez, com quase 9 mil votos. No ano seguinte, tornou-se vice-presidente da Câmara Municipal, chegando a assumir a presidência. Presidiu também importantes comissões parlamentares de inquérito (CPIs), como as da Telefonia, dos Fundos Mútuos e dos Combustíveis. Foi eleito vice-presidente da União dos Vereadores do Paraná (Uvepar) na gestão 2000-2003.

Em 2003, assumiu interinamente a Prefeitura de Curitiba, sendo o prefeito mais jovem da história da capital. No ano seguinte, reelegeu-se vereador com 18 mil votos, a terceira maior votação da capital paranaense. Em 2005, assumiu a Primeira Secretaria da Câmara Municipal, administrando orçamento superior ao de 80% dos municípios do Estado, informatizando e dando transparência à Casa.

 

Autor: Diretoria de Comunicação Social Fonte: TCE/PR

 
   
 

Enviar

 
   
 
   

Enviar