Acesse as páginas diretamente: Notícias: https://www1.tce.pr.gov.br/noticias

Em breve, inteligência artificial auxiliará atendimento ao jurisdicionado do TCE-PR

Institucional

O coordenador de Atendimento ao Jurisdicionado e d ...

Em breve, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná colocará à disposição do público externo o sistema Avia - Atendimento Virtual por Inteligência Artificial. A ferramenta foi apresentada nesta quinta-feira (30 de novembro), em Fortaleza (CE), durante o 3º Congresso Internacional dos Tribunais de Contas (CITC), pelo titular da Coordenadoria de Atendimento ao Jurisdicionado e Controle Social (CACS) da corte de contas paranaense, Ricardo Alpendre.

Segundo ele, a ferramenta, que está sendo desenvolvida por meio do Projeto Inovação e Comunicação Institucional, em parceria entre a CACS e a Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI) - no âmbito do programa Salto Tecnológico -, é inédita entre os órgãos de controle externo brasileiros e terá como objetivo atender os jurisdicionados da Corte com maior eficiência e efetividade.

A plataforma, que tem como base uma inteligência artificial generativa - isto é, que gera textos a partir das informações que recebe -, é programada para fornecer respostas de forma rápida e objetiva, após buscar informações numa base de dados própria de materiais escritos, que conta com artigos elaborados pela CACS, além de documentos produzidos por outras unidades do Tribunal.

A solução utiliza os recursos de inteligência artificial da Open AI, na nuvem da Microsoft, para realizar suas operações de forma segura, garantindo a confidencialidade e integridade dos dados utilizados. Além do desenvolvimento da ferramenta, foram realizadas adequações na nova contratação da Microsoft para comportar créditos de nuvem necessários para uso da Inteligência Artificial, conforme informou Márcio Tetsuo Takahashi, gerente do projeto por parte da DTI.

A partir dos resultados extremamente positivos obtidos com os testes externos, chegou o momento de iniciar os últimos testes com os servidores do TCE-PR, por meio da Intranet. O coordenador da CACS destaca a necessidade de ampliar essa "massa crítica" e que, para melhor aproveitamento dos resultados, que as perguntas sejam feitas ao Avia de forma objetiva, a fim de facilitar a comunicação com a inteligência artificial, afirmou Alpendre.

Ele ainda destacou que, assim que o sistema estiver online para o público externo, o acesso ao Avia somente será possível após a realização de cadastro por parte dos jurisdicionados e não ao público geral, nesse momento. Isto permitirá que os usuários recebam por e-mail um registro das conversas que tiveram com a inteligência virtual do TCE-PR, bem como que possam avaliar as respostas fornecidas pelo Avia, inclusive com a possibilidade de fazer comentários, o que possibilitará o constante aprimoramento da ferramenta.

Em todas as suas respostas, o Avia apresenta referências de acórdãos, prejulgados, manuais, cartilhas, decisões e outros documentos do TCE-PR, sempre possibilitando ao usuário a consulta às fontes originais das informações.

Caso a inteligência artificial não saiba responder alguma pergunta ou providenciar qualquer tipo de informação, automaticamente ela remeterá o usuário ao Canal de Comunicação (CACO) - ferramenta eletrônica de diálogo institucional do Tribunal com seus jurisdicionados -, para que este possa formular sua demanda a um servidor da Corte, com base, inclusive, no histórico da conversa com a ferramenta.

Antes do lançamento do Avia, ainda é preciso definir os termos de uso da ferramenta pelo usuário e estabelecer o processo de avaliação e tratamento pela equipe da CACS das respostas geradas. Em um primeiro momento, todos os atendimentos deverão ser validados pela CACS.

 

Autor: Diretoria de Comunicação Social Fonte: TCE/PR

 
   
 

Enviar

 
   
 
   

Enviar