Conselheiros Durval e Bonilha participam da posse do novo presidente do TCU

Institucional

O conselheiro Durval Amaral, presidente do TCE-PR, ...

O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), conselheiro Durval Amaral, participou, na manhã desta terça-feira (11 de dezembro), da posse do novo presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro José Mucio Monteiro; e da vice-presidente, ministra Ana Arraes, que acumula a função de corregedora do órgão. Também representou o Paraná o conselheiro do TCE-PR Ivan Bonilha, presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB). O ato contou com a presença do presidente da República, Michel Temer, de ministros e diversas outras autoridades.

O TCE-PR tem vários acordos de cooperação técnica com o TCU, que é responsável pela fiscalização do correto emprego dos recursos da União. Ambas as cortes também realizam auditorias integradas. "Nossa parceria tende a se estreitar cada vez mais, numa conjugação de esforços para garantir o controle externo em todos os níveis", destacou Amaral no encontro que teve com o novo presidente.

José Mucio Monteiro sucede o ministro Raimundo Carreiro na presidência do TCU. Mucio é engenheiro civil e se dedicou à iniciativa privada no setor da agroindústria em Pernambuco e no Mato Grosso. Na vida pública, foi prefeito de Rio Formoso (PE), presidente da então estatal Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), secretário dos Transportes, Comunicação e Energia do Estado de Pernambuco e deputado federal por seu Estado em 1990 e nas quatro eleições subsequentes. Foi líder do governo no Congresso Nacional e ministro das Relações Institucionais da Presidência da República (2007-2009).

Tomou posse como ministro do TCU em 20 de outubro de 2009, na vaga deixada pelo ministro Marcos Vilaça, após ter seu nome aprovado pelo Senado. O ministro é o atual vice-presidente e corregedor do TCU (2017-2018). Pelo regimento do Tribunal, o mandato do novo presidente é de um ano, com possibilidade de ser reeleito por igual período.

 

Autor: Diretoria de Comunicação Social Fonte: TCE/PR

 
   
 

Enviar

 
   
 
   

Enviar